0

Regras da ABNT: Entenda as regras para a formatação de TCC, trabalhos acadêmicos e monografias

Final do curso chegando e com ele aquele frio na barriga causado pela obrigação de escrever a monografia. Como se não bastasse a complexidade envolvida na pesquisa do tema, surge a necessidade de obedecer a um conjunto de regras (normas) definidas pela Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT). Essa situação fica ainda muito pior quando as instituições de ensino adotam estilos diferentes para os pontos onde as normas da ABNT não deixam claro como devem ser formatados. Como resultado, cada instituição acaba elaborando seu próprio manual de normas de formatação de TCCs, dissertações e teses.

Felizmente, quase todas as instituições acabam seguindo regras similares em relação a diversos itens das normas ABNT. Um desses itens é a Estrutura do Documento. Um documento acadêmico é dividido em Parte Externa e Parte Interna, onde cada uma dessas partes possui suas próprias subdivisões. A seguir você entederá como deve ser a estrutura geral de um trabalho acadêmico segundo as regras da ABNT.

  • Parte externa
    • Capa (Obrigatório)
    • Lombada (opcional)
  • Parte Interna
    • Elementos pré-textuais
      • Folha de Rosto (obrigatório)
      • Errata (opcional)
      • Folha de aprovação (obrigatório)
      • Dedicatória (opcional)
      • Agradecimentos (opcional)
      • Epígrafe (opcional)
      • Resumo na língua vernácula (obrigatório)
      • Resumo em língua estrangeira (obrigatório)
      • Lista de ilustrações (opcional)
      • Lista de tabelas (opcional)
      • Lista de abreviaturas e siglas (opcional)
      • Lista de símbolos (opcional)
      • Sumário (obrigatório)
    • Elementos Textuais
      • Introdução
      • Desenvolvimento
      • Conclusão
    • Elementos pós-textuais
      • Referências (obrigatório)
      • Glossário (opcional)
      • Apêndice (opcional)
      • Anexo (opcional)
      • Índice (opcional)

Parte Externa e Elementos pré-textuais

A seguir mostramos mais detalhes da parte externa e dos elementos pré-textuais, juntamente com exemplos de páginas elaboradas com o uso do FastFormat, o qual formata todos esses itens automaticamente.

 

  1. A Capa deve conter a logomarca da instituição (opcional), o nome da instituição de ensino, seguida pelo departamento (se hourver), nome do curso (se houver), autor do documento, título do trabalho, tipo do trabalho (opcional), local e ano.
  2. A Folha de Rosto deve apresentar o nome do autor, título do trabalho, o preambulo contendo informações sobre o trabalho, curso e título que será defendido, em alguns casos nome do orientador (opcional) e co-orientador (opcional) e por fim local e ano.

3. A ficha catalográfica normalmente é gerada pela biblioteca da instituição de ensino. Ela contem as informações necessárias para que os bibliotecários gerenciem todas as obras da biblioteca. Você não precisa se preocupar com essa folha.

4. A folha de aprovação essa folha deve conter o nome do autor, título do documento, algum texto descrevendo o objetivo do trabalho e o nome e assinatura de cada um dos membros que compõem a banca avaliadora. Lembramos que essa folha deve ser gerada e emitida pela coordenação do seu curso e depois de assinada você deve anexar ao seu trabalho usando o FastFormat.

        5. Em seguida temos a dedicatória (opcional), onde o autor pode prestar homenagens.

6. Os agradecimentos (opcional) é onde o autor poderá citar as pessoas que contribuíram de alguma forma para a realização do trabalho.

7. Na epígrafe (opcional) você pode colocar frases ou trechos de musica que tenham inspirado você de alguma forma durante a realização do trabalho.

8. O resumo sintetiza as ideias do trabalho. Normalmente as instituições de ensino também pedem a tradução do resumo em língua estrangeira. Para maiores detalhes e dicas de como escrever o bom resumo acesse 5 passos para criar o abstract (resumo) do seu trabalho.

9. As Listas devem conter a legenda dos elementos (figuras, tabelas, quadros) seguida pelo número da página que aquele elemento aparece no seu trabalho. O FastFormat cria e gerencia qualquer alteração nessas listas automaticamente. Veja como em: (1) Inserindo figuras e lista de figuras (2) Inserindo tabela e lista de tabelas (3) Inserindo quadro e lista de quadros.

10. No sumário você terá todos os capítulos, seções e subseções enumeradas, seguida pelo título de cada capítulo ou seção e por fim o número da página onde cada uma se encontra. Para conhecer as regras da ABNT em relação ao sumário acesse sumário nas regras de ABNT. Para ver como o FastFormat faz tudo automaticamente para você, acesse o vídeo Criando sumário, capítulos, seções e subseções.

::CLOUDFLARE_ERROR_500S_BOX::