Ilustrações poderosas com o Mind the Graph

Com qual frequência nós encontramos exatamente as ilustrações que precisamos para ajudar a explicar nossos trabalhos acadêmicos?

Se já é ruim para teses e pôsteres de congresso, a situação é ainda mais crítica quando pensamos em ilustrações para artigos, quando precisamos possuir os direitos autorais daquela figura, para passarmos ao editar.

Pra isso, ou você contrata alguém, ou faz algo “do jeito que dá”. É muito difícil criarmos figuras científicas originais nós mesmos, não é verdade?

Muitas imagens online não são profissionais o suficiente, ou não mostram os detalhes que precisamos. Ou seja, essas imagens não são exatamente científicas. Elas servem mais para “embelezar” do que para explicar o trabalho.

Enquanto isso, quem publica em revistas de alto impacto já sai na frente, porque eles possuem um time profissional de designers que criam figuras científicas pros autores. Fazem parte desse grupo as “Trends”, a Cell, Nature, Science e etc.

A propósito, revistas científicas influentes estão mudando o seu processo de publicação e incluindo resumos gráficos, que são figuras que captam e traduzem a essência do artigo em uma só imagem. Esse elemento está dentro do contexto do “Artigo do Futuro” criado pela Elsevier e tende aumentar a visibilidade e o impacto dos artigos. Você já conhece?

Faça você mesmo

Figuras bem feitas que traduzem exatamente o que você precisa são raramente encontradas na internet, apesar de serem a chave para uma comunicação científica efetiva. O caminho é fazer você mesmo, mas a maioria dos autores não se sentem muito confortáveis com as ferramentas de design.

Se você é um dos privilegiados que mexem com o Illustrator ou o Photoshop, talvez esse post não seja pra você. Agora, se você é um dos “mortais” que gastam muuuuuito tempo no Google Images procurando imagens, e nem sempre encontra o que precisa, nós temos uma solução pra você.

O objetivo da Mind the Graph é ajudar cientistas a comunicar suas descobertas de forma simples, bonita e profissional. Nós queremos tornar a ciência mais atrativa e menos complicada.

Que tal? Pronto para trazer muito mais visibilidade pros seus trabalhos acadêmicos, aproximando-os do seu público?

Então vamos ensinar abaixo como você deve fazer para criar imagens incríveis para seus trabalhos científicos, e adicioná-los nos documentos criados na FastFormat.

Como funciona?

Antes de mais nada, é preciso entrar no site da Mind the Graph. Acesse mindthegraph.com.

figura01Passo 1. No nosso site, clique em “Start for free”. Em seguida, você poderá clicar em “Sign in”.

figura02

Passo 2. Clique em “Create new file”. Você pode escolher entre “Templates” ou “Blank workspace”. Caso você escolha “Blank space”, três opções de tamanho serão disponibilizadas.

figura03

Passo 3. À sua esquerda, você encontrará uma barra de ferramentas. Clicando em “Icons”, você pode buscar ilustrações através de tags na caixa de busca. A plataforma irá te ajudar a procurar ilustrações indicando tags relacionadas abaixo da caixa de busca. Se você quiser recomeçar a busca, basta clicar no “X” que suas tags anteriores serão apagadas.

figura04

Passo 4. Na barra de ferramentas à sua esquerda, você também irá encontrar textos, gráficos e opções de fundo para a sua criação. Além disso, você pode carregar figuras externas clicando em “Uploads”.

figura05

Passo 5. Quando você terminar, clique em “Download” e escolha o formato para salvar a sua criação!

figura06

A plataforma da Mind the Graph tem uma ferramenta de auto-saving para prevenir que você perca a sua criação. Entretanto, você também pode salvar a criação clicando no botão “Save” quando quiser.

Integração Mind the Graph – FastFormat

Todas as criações feitas na Mind the Graph podem ser importadas para a plataforma do FastFormat. Basta seguir alguns passos:

Passo 1. Após fazer o download da sua criação na Mind the Graph, vá para o site do FastFormat.

figura07

Passo 2. Ao fazer o login e escolher o seu documento, clique no ícone de Imagem na caixa de ferramentas de edição.

passo2

Passo 3. Em seguida, clique na aba “Enviar ao Servidor” e escolha uma imagem ao clicar em “Escolher arquivo”. Depois de escolher a imagem, clique em “Enviar para o servidor”.

passo3

Passo 4. Quando o aviso de “A imagem foi enviada com sucesso” aparecer, clique na aba “Informações de Imagem” e localize a sua imagem pelo botão “Localizar no Servidor”.

Passo 5. Pronto! Sua criação da Mind the Graph já está integrada ao FastFormat!

Tudo pronto? Agora é só começar!