Diferenças entre pesquisa qualitativa e quantitativa

Muitos profissionais no mercado, ao longo da execução de suas funções, passam por processos que podem gerar dúvidas em relação à realização das pesquisas: qual escolher? Entenda melhor as diferenças entre as pesquisas qualitativas e as pesquisas quantitativas e suas aplicações no mercado.

São tipos extremamente diferentes e a parte crucial da realização das mesmas se dá nos métodos de abordagem que são aplicados pelos pesquisadores, nos objetivos que são pretendidos com suas metas e quais serão as amostragens escolhidas por cada uma – contudo há mais diferenciações entre elas.

Para conseguir compreender melhor qual tipo de pesquisa escolher para aplicar em seu público e obter uma visão melhor do nicho de mercado específico no qual atua com os melhores resultados possíveis, vermos agora as funções e diferenças essenciais entre cada um desses dois tipos.

Confira as aplicações da pesquisa qualitativa e quantitativa

As empresas que investem em procedimentos de pesquisas estão sempre um passo à frente do mercado, pois conseguem obter uma análise muito mais profunda e abrangente de seus negócios, bem como perceber quais são as características de seus públicos e entender sua imagem no mercado.

É preciso sempre enfatizar a importância de ambas as pesquisas quantitativas quanto as pesquisas qualitativas quando aplicadas de forma correta e em condições adequadas. Para que isso possa ser feito com maior tranquilidade por parte das empresas, confira as diferenças principais entre elas.

O que é pesquisa qualitativa?

A pesquisa qualitativa é essencialmente sobre obter maiores informações a respeito dos fatores que atuam como motivações para seu nicho de público escolhido, pois a mesma irá possibilitar uma melhor compreensão a respeito de seus hábitos de compra, seus comportamentos cotidianos em relação à marca, bem como quais são as opiniões que as pessoas expressam tanto em relação à empresa quanto em relação à expectativa no ramo no qual a mesma atua.

É importante notar que a pesquisa qualitativa não tem como função nem objetivo obter informações a respeito dos números, mas sim, de conseguir uma imagem a partir da exploração do mercado, tendo uma visão que, na maioria das vezes, é impossível quando se age diretamente de dentro dos processos.

A visão do público é essencial, afinal, é ele para quem os seus serviços são destinados e as suas relações de conversão em venda dependem dele, por isso, entender quais são seus pensamentos e hábitos por meio das pesquisas qualitativas pode ser a chave para tomar decisões que irão alavancar seus negócios.

É por meio da pesquisa qualitativa que as empresas também podem obter um processo de tomada de decisões otimizado e alcançar informações úteis inclusive para atuar em momentos de crise, fazendo com que o gerenciamento da imagem da empresa se dê de acordo com as expectativas e necessidades do público.

Ela também serve como um complemento para as pesquisas quantitativas, que se dão por meio da obtenção de dados, números e estatísticas, para comprovar os mesmos e entender como eles ocorrem de acordo com as informações obtidas pela atividade exploratória das qualitativas.

Como funciona a pesquisa qualitativa

As pesquisas qualitativas funcionam por meio de recursos que envolvem a interação com as pessoas específicas que estão no público alvo das empresas, para compreender melhor seus pensamentos e sua imagem da marca, além de poder entender como a mesma é construída.

As entrevistas, os questionários, a observação do comportamento do público em determinadas situações – que variam dependendo do público da empresa em relação ao comportamento de consumidor nos locais apropriados – bem como as relações via tecnologias comunicacionais como aplicativos de mensagens e telefone são utilizadas para compreender melhor a imagem do mercado e obter sucesso nas pesquisas qualitativas.

É fundamental que ambas as pesquisas qualitativas quanto as quantitativas sejam executadas por profissionais devidamente qualificados, pois apenas dessa maneira será possível conseguir tanto decodificar e segmentar os conhecimentos apreendidos, quanto interpretá-los da melhor maneira para a evolução da marca e o alcance dos objetivos pretendidos com a realização das mesmas.

Isso é ainda mais reforçado pelo fato de que, na grande maioria das vezes, as empresas que necessitam desse tipo de pesquisa lidam com números massivos de informação, que podem ser descartados caso os profissionais que os estejam analisando não tenham conhecimento específico na área – pois deve refletir especificamente a análise das características do público escolhido.

Onde aplicar as pesquisas qualitativas no mercado

É indicado que as pesquisas qualitativas sejam realizadas quando as empresas possuem a urgência em obter melhor percepção dos consumidores referente à um novo produto ou serviço que será ou já foi lançado, bem como quando os eleitores demonstram escolhas específicas em relação a seus votos e etc.

Uma das funções pelas quais as pesquisas qualitativas são mais procuradas envolve a intenção de estudar o mercado em relação a atuação de empresas concorrentes, direta ou indiretamente, para obter melhor domínio sobre a influência das mesmas no mercado e suas atuações que podem influenciar nos processos de competitividade.

O que é pesquisa quantitativa?

Já a pesquisa quantitativa é a que a maioria das empresas opta por realizar em diversos nichos de mercado, fazendo com que seja possível encontrar em dados, números e estatísticas as informações desejadas – lembrando sempre que, nesse caso, não é possível entender melhor a mente do consumidor, apenas os fatos apresentados por suas ações em relação à marca.

A pesquisa quantitativa irá dar preferência à realização de atividades que permitem enumerar o comportamento do consumidor em relação à frequência de hábitos de consumo, a intensidade dos mesmos, e pode ser aplicada a um grupo específico de pessoas ou a uma população abrangente.

A necessidade do investimento nesse tipo de pesquisa se dá pela facilidade com a qual permite entender quais são os passos a serem tomados pelas empresas em situações nas quais a necessidade de compreensão da atuação de produtos ou serviços, por exemplo, está refletida nos números de seus negócios.

Por isso, pode ser utilizada a pesquisa quantitativa tanto para entender o motivo de ações faltosas realizadas pela empresa no mercado, quanto para analisar o potencial e o alcance de ações que resultaram em frutos valorosos para a companhia.

As informações obtidas por meio das pesquisas quantitativas são extremamente precisas – e, mais uma vez, é necessário enfatizar que, principalmente no caso desse tipo de pesquisa, se torna crucial o investimento ou em uma equipe de profissionais especializados dentro da própria empresa, ou na contratação de profissionais sérios no mercado que realizam essas atividades com total domínio, dado que seus resultados podem ser determinantes no sucesso ou queda da empresa em situações críticas.

Os profissionais são ainda mais importantes na hora da execução das pesquisas quantitativas pois os métodos pelos quais as mesmas são realizadas envolvem a coleta de dados por meio de estratégias e questionários específicos, que são estruturados especificamente para atingir o público alvo, seus comportamentos e suas reações.

Como funciona a pesquisa quantitativa

As entrevistas individuais são um dos principais mecanismos pelos quais as pesquisas quantitativas funcionam, pois elas conseguem obter uma quantidade maior de informações com melhor resultado de acordo com a aplicação pelos profissionais.

Os questionários também são amplamente utilizados, sendo possível encontrar a maior funcionalidade na realização dos mesmos – a obtenção de dados por meio online, via email, por telefone, presencialmente ou até mesmo questionários de autopreenchimento faz com que seja extremamente fácil obter as respostas desejadas.

A elaboração dos questionários também é um dos fatores determinantes para que os resultados desejados possam ser obtidos sem nenhum viés ou possibilidade de falha – é preciso, mais do que nunca, entender quais são as perguntas de caráter fechado que o público terá que responder para encontrar a melhor maneira de obter as respostas.

A análise dos resultados precisa ser extremamente rigorosa, da mesma medida que a busca pelas perguntas certas: é necessário entender que os números e as estatísticas irão determinar a atuação da empresa tanto em situações de risco quanto na realização de novos planejamentos estratégicos – a definição amostra, nesse caso, é essencial.

Onde aplicar as pesquisas quantitativas no mercado

Um dos locais onde as pesquisas quantitativas são mais frequentemente aplicadas se encontram nos públicos eleitorais, pois o seu objeto de estudo é extremamente simples e pode ser realizado com enorme facilidade, oferecendo os resultados desejados de forma a permitir a elaboração de campanhas e mudanças de estratégias dos candidatos ao longo do período das mesmas.

É possível também aplicar as pesquisas quantitativas quando se está estudando a aceitação de um determinado produto no mercado, pois os dados numéricos em relação à imagem que o público desenvolve sobre produtos recém lançados podem ser essenciais para definir a permanência ou a mudança de estratégia do produto específico no mercado.

Conclusão

É preciso analisar de forma específica quais são as informações que se deseja obter por meio das pesquisas para que o método de abordagem das mesmas seja determinado com exatidão na hora do investimento em profissionais que irão realizar determinado trabalho.

Muitas das vezes, os próprios institutos que realizam pesquisas podem analisar as necessidades de sua empresa e proporcionar uma visão ampla do tipo de pesquisa necessário para conseguir alavancar seus resultados e obter melhores planejamentos futuros.

Vá agora mesmo até o Fastformat e comece a escrever seu documento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.