Entenda a diferença entre monografia, dissertação e tese

Quem vive a vida acadêmica e vai seguir em sua formação, em algum momento já ouviu falar nos trabalhos de conclusão de cursos. No entanto, nem sempre fica clara a diferença entre Monografia, Dissertação e Tese.

Pensando nisso, resolvemos desvendar mais claramente as características de cada um dos tipos de trabalho, apontando semelhanças e diferenças para que você compreenda melhor o que irá realizar. Vamos lá?

Qual a diferença entre monografia, dissertação e tese na vida do pesquisador?

Os trabalhos de conclusão de cursos (TCCs) são a apresentação do resultado final de um estudo realizado em atendimento aos critérios de uma entidade de ensino superior.

Representam também a ascensão do pesquisador na carreira acadêmica. Nos estágios iniciais da formação, o aluno tem os primeiros contatos com atividades ligadas à área acadêmica. Por isso, a produção científica esperada para o momento não é tão complexa como nas etapas seguintes.

À medida que o estudante progride na carreira, seguindo para programas de pós-graduação, seu entendimento dos mecanismos de pesquisa e trabalhos científicos se aprimora e ele torna-se capaz de entender e aplicar metodologias mais elaboradas, com características experimentais e onde será cobrado maior aprofundamento no tema abordado, além de algum grau de ineditismo.

Por isso, há diferença entre Monografia, Dissertação e Tese na escala hierárquica da formação do pesquisador.

Para entendermos melhor, é bom saber que as expressões latinas “lato sensu” e “stricto sensu” foram incluídas no sistema de ensino brasileiro para classificar os cursos quanto à duração, e não para comparação de qualidade.

Stricto sensuse refere aos cursos de pós-graduação de maior duração de 2 a 5 anos de prazo, mestrado e doutorado, os quais ao final concedem diploma ao concluinte. Lato sensusão cursos de mais curta duração, como a especialização e o MBA (Master Business Administration) que conferem certificado.

Onde não há diferença entre Monografia, Dissertação e Tese

Embora, estejamos sempre associando a sigla TCC com o trabalho que visa obtenção de grau em cursos de graduação, tanto a monografia quanto a dissertação e a tese são também, em sua essência, um TCC, só que representando cada um, uma etapa diferente na formação do estudante.

Como semelhança entre os tipos de trabalhos de conclusão podemos citar também a presença do orientador. A figura do orientador aparece como aquele que indica os caminhos para você trilhar, corrigindo o curso sempre que necessário, indicando rotas para aprendizado, inserção e crescimento na carreira acadêmica.

O estilo dos trabalhos também é o mesmo: são trabalhos com redação dissertativa que utiliza uma argumentação lógica, coerente e coesa. É respeitada a norma culta da língua em que for escrito o trabalho.

A estrutura dos trabalhos segue as normas ABNT para formatação e uma organização lógica da disposição das informações com uma introdução ao estudo realizado, seguindo-se o relato do desenvolvimento e suas conclusões.

Monografia

Monografia é um trabalho acadêmico lato sensuresultado de estudo de um tema delimitado que não requer alto grau de complexidade. Não é exigido ineditismo, mas, demanda uma certa parcela de aprofundamento.

Há cursos de graduação onde o TCC consiste na elaboração de um artigo científico e outros onde a exigência é a confecção de um projeto de pesquisa e ainda outros onde o trabalho final é um relatório e todos são chamados genericamente de monografia.

Mas, em sua maioria, e principalmente nos cursos de universidades públicas, a monografia é o trabalho de conclusão escolhido. Na verdade, o termo “monografia” deriva de duas palavras gregas: mónos (um único) e graphein (escrever) significa que é um trabalho focado em um tema específico. Então, Dissertação e Tese também são trabalhos monográficos, não é?

Porém, o termo monografia é mais aplicado para documento de encerramento dos cursos Lato Sensu: graduação, especialização com no mínimo 360 horas e MBA que são especializações voltadas para a área de gerenciamento ou administração.

Também é usado para denominar o memorial que os docentes do magistério superior redigem visando obter progressão de nível de vencimentos dentro da classe onde já atuam. Por exemplo, um professor da classe A nível 1, redigirá e apresentará o seu memorial para solicitar progressão para o nível 2.

Dissertação de Mestrado

Na hierarquia dos graus acadêmicos do Brasil, o mestrado ocupa a segunda posição. Ou seja, é necessário que o aluno tenha diploma ou certificado de graduação para cursar o mestrado.

É um curso Stricto Sensu oferecido por programa de pós-graduação que tem duração de 24 meses, excetuando-se as prorrogações previstas por cada programa. Ao final do curso o aluno receberá diploma e o grau de Mestre.

A dissertação de mestrado, como a monografia, também trata de um problema específico, com maior aprofundamento e uma complexidade mais elaborada. Utiliza pesquisa empírica, ou seja, recolhe dados de fontes diretas (entrevistas, coletas de dados, etc.) e método investigativo científico experimental.

Também deverá responder às perguntas feitas no projeto de pesquisa produzido como requisito para ingresso nos cursos de mestrado.

É cobrado por parte do autor da dissertação, conteúdo com um grau médio de vanguarda, podendo o tema da pesquisa ser um “olhar sob outro aspecto” de um tema já desenvolvido.

É observada durante a apreciação da dissertação a relevância da contribuição do mestrando para o crescimento da área de pesquisa escolhida.

Tese de Doutorado

A tese é o trabalho acadêmico Stricto sensude conclusão do doutorado, que no Brasil tem duração de 48 meses (descontando as possíveis prorrogações próprias do programa). A tese é apresentada a uma banca de especialistas, como a dissertação, só que com um número maior de componentes. No mestrado são 3; no doutorado são 5 pessoas.

Durante a apresentação o estudante deverá “defender” com argumentos e conhecimentos as ideias discutidas na tese. Aprovada a tese, o aluno recebe diploma e título de doutor.

Tese discorre sobre resultado de investigação ainda mais complexa e aprofundada do que dissertação. Trata de tema inédito ou de ponto de vista único, nunca antes abordado por outros pesquisadores, utilizando metodologia científica experimental que prima pela originalidade.

A tese deve ser baseada em uma ideia do pesquisador sobre a resolução um problema, da qual extrai hipóteses para solucioná-lo. Durante a execução do trabalho, o pesquisador poderá aceitar ou rejeitar as hipóteses levantadas no projeto de pesquisa que orienta a pesquisa a ser feita.

Neste ponto da carreira, será cobrado do doutorando um sólido embasamento científico e acadêmico das teorias já publicadas a respeito do seu objeto de estudo. Deve ser capaz também de descrever de maneira clara na sua tese, seus pressupostos, metodologias, hipóteses e a relevância do próprio trabalho.

Tese e dissertação são trabalhos diferentes. Dissertação não é uma tese com menor número de páginas e tese não é uma dissertação melhorada. A diferença primordial está no ineditismo e na complexidade e não na qualidade dos trabalhos.

Portanto, uma comparação qualitativa não cabe, quando nos referimos aos trabalhos de conclusão de pós-graduação. O número de páginas em uma tese tende a ser maior devido ao aspecto de ineditismo, complexidade e aprofundamento do assunto.

Mas, seja qual for o seu TCC, pode realizar sua pesquisa e escrita com tranquilidade e deixar a formatação ABNT por conta da Fastformat que coloca seu trabalho dentro dos padrões.

Bom Trabalho!

Add comment

::CLOUDFLARE_ERROR_500S_BOX::

Notice: Undefined index: sab_desc_style in /var/www/html/wp-content/plugins/simple-author-box/inc/class-simple-author-box-helper.php on line 1025