fbpx
FastFormat

Escrevendo a Introdução do seu TCC

Funções e Objetivos da Introdução

Uma das partes do texto que os alunos tem maior dificuldade quando estão escrevendo o TCC é o que deve ser escrito na seção de Introdução. A seção de Introdução, assim como o resumo (ou abstract), são considerados a porta de entrada para que o leitor se interesse pelo seu texto. Veja a seguir algumas funções e objetivos  da Introdução:
  • Apresentar o tópico ou contexto que será discutido no artigo ou monografia. Você pode fazer isso citando os estudos mais importante da área e colocando seu ponto de vista sobre o problema.
  • Descrever a proposta do trabalho. Essa descrição pode ser feita por meio de hipóteses, perguntas, ou usando o problema que você pretende atacar.
  • Explicar brevemente o problema que tentará solucionar ou até mesmo a abordagem utilizada, e se possível, apresentar alguns resultados do seu estudo.
  • Caso tenha espaço suficiente, é importante colocar no ultimo parágrafo da introdução, uma descrição sobre a estrutura completa do documento, mostrando o que será descrito em cada uma das seções seguintes.
Visto quais são os principais objetivos da introdução, vamos partir para a estrutura dessa seção. É importante salientar que a voz ativa deve ser utilizada.

Estrutura da introdução

Tenha em mente que a introdução deve ser feita de maneira a capturar o interesse do leitor. Desta forma, uma abordagem bastante utilizada é a estrutura de funil. Assim, começamos a descrever os aspectos gerais, mostrando o contexto em que iremos trabalhar, seguindo então para um tópico mais especifico (ex.: contexto científico) até chegar na proposta do trabalho e razão de sua execução.

  • Fale sobre o tema: Escreva de maneira superficial e objetiva o qual será o tema do seu trabalho e explique de maneira sucinta.
  • Delimite: É importante que você tenha o escopo que será considerado no seu trabalho, delimite o assunto que será abordado e mostre a questão central de pesquisa que será investigada. Fica mais fácil de fazer a delimitação quando você mostra a problemática do seu trabalho. Para isso você pode fazer o seguinte questionamento “Qual o problema que eu vou resolver?”
  • Mostre quais são as hipóteses, objetivos e justificativa: Para escrever cada um desses itens você deve responder as questões que segue:
    • “O que eu imagino que seja uma solução para o problema?” com a resposta dessa pergunta você terá as hipóteses do seu trabalho.
    • “Para quê eu estou fazendo essa pesquisa?” com a resposta dessa pergunta você terá os objetivos.
    • “Por que estou fazendo essa pesquisa?” com a resposta dessa pergunta você terá a justificativa.
  • Fale sobre o método científico ou metodologia utilizada:  A utilização de um método de pesquisa faz com que os resultados reportados no seu trabalho tenham maior credibilidade, além de permitir futuras extensões e atualizações do seu trabalho.
  • Como o seu trabalho estará dividido: Você deve falar de forma resumida o que será apresentado nos capítulos seguintes do seu TCC. Ou caso esteja escrevendo um artigo científico, você deve falar sobre as próximas seções.

Exemplo de Introdução

Para ficar mais claro colocamos alguns trechos com exemplos de Introdução de TCC.

  • Exemplo de contextualização

“De acordo com Summerville [10], os projetos de software precisam passar por mudanças durante seu ciclo de vida para permanecerem utilizáveis. Essas mudanças podem ser correções de erros, adição ou modificação de funcionalidades, ou adaptação do sistema para outros ambientes de execução. Adicionalmente, essas mudanças no software devem ser executadas de acordo com as atividades de gerenciamento de mudanças, definidas no processo de desenvolvimento de software. Como mostra Erlikh [3], as mesmas podem corresponder até 90% do custo de desenvolvimento do software.”

  • Exemplo de delimitação do tema

“Para aprimorar o processo de mudanças, algumas organizações têm utilizado sistemas automatizados para gerenciar essa tarefa. Esses sistemas, geralmente denominados de CR Tracking Systems ou Bug Trackers, são responsáveis por gerenciar e armazenar as solicitações de mudanças submetidas para um artefato. Por solicitações de mudanças ou change requests (CRs), entende-se que e ́ um artefato de software que descreve algum defeito, melhoria, mudanças, ou alguma solicitação em geral, que é submetida para os sistemas gerenciadores de CRs.”

  • Exemplo de definição de problema

“Contudo, os sistema gerenciadores de CRs não trazem apenas benefícios, eles também introduzem novos problemas que precisam ser sanados. Um dos problemas mais críticos é a duplicação de relatos de CRs [1]. Esse problema é caracterizado pela submissão de dois ou mais relatos que descrevem a mesma solicitação de mudança no software. A principal consequência desse problema é a sobrecarga de retrabalho que essas CRs duplicadas provocam no momento em que o desenvolvedor está utilizando o sistema gerenciador de CRs.”

  • Exemplo de objetivos e Metodologia

“O objetivo desse trabalho e ́ aplicar uma solução baseada em busca por palavras-chave e conceitos de Text Mining para evitar que CRs duplicadas sejam submetidas aos sistemas gerenciadores de CRs. Para tanto, é utilizado um conjunto de CRs do projeto Firefox, e desenvolvido um sistema de testes automatizado em Python [8] para validar a solução.”

  • Exemplo de divisão do trabalho

“O restante desse artigo está organizado da seguinte maneira: na Seção 2 é apresentado o conjunto de CRs utilizado nos testes; a Seção 3 apresenta a solução baseada em Text Mining; na Seção 4 é apresentada a arquitetura da solução; a Seção 5 mostra os resultados obtidos; e por fim, os trabalhos relacionados e as conclusões são apresentados nas seções 6 e 7 respectivamente.”

Dicas para a escrita da introdução

  1. Inicie a escrita da introdução identificando claramente qual a área de interesse. Para isso, você pode pegar algumas palavras-chave do título do documento e escrever as primeiras sentenças da introdução considerando tais palavras. Isso faz com que você fale sobre o assunto principal do documento sem perder o foco.
  2. O contexto do estudo pode ser estabelecido usando uma revisão breve e equilibrada dos artigos existentes naquela área. É interessante que você mostre para o leitor o que sabe sobre o problema, antes de entrar em detalhes de experimentos ou estudos. Essa breve revisão pode ser feita considerando os artigos chave a respeito do tópico abordado no estudo. A profundidade em que você deve reportar esses artigos não é uma tarefa fácil, mas com a prática e leitura de outros artigos isso se tornará natural para você. Conduzir o leitor do contexto mais geral para o mais específico até chegar na sua proposta, tudo isso feito de forma suave, é um fator determinante para que você tenha bons resultados.
  3. Certo, mas que artigo devo olhar para fazer essa breve revisão sobre o problema? Você deve utilizar artigos de periódicos (revistas) para fundamentar o contexto em que irá trabalhar no artigo. Artigos de periódicos são uma boa escolha, pois a maioria deles apresenta uma melhor qualidade, além de tratar de tópicos originais na maioria das vezes. O fato de considerar esses artigos não impede que você leia alguns estudos publicados em anais de conferência, esse são importantes para que você tenha uma base sobre aquele tópico que irá escrever. Quando iniciar a escrita dessa porção da introdução procure citar os artigos de revista que mostram resultados relevantes na sua área de pesquisa. Revisões da literatura já publicadas são bem úteis, uma vez que resume toda a pesquisa feita sobre aquele tópico considerando um intervalo de tempo.
  4. Tenha certeza de que escreveu de forma clara a sua proposta e/ou hipótese que irá investigar. Você pode escrever sua proposta de forma suave, acompanhando o desenvolvimento normal do parágrafo ou usando sentenças como: (1) O objetivo desse estudo é …. ou (2) Nós investigamos três diferentes mecanismos para explicar o …. Na maioria das vezes, essas sentenças são escritas perto do final da introdução, geralmente no final do parágrafo.
  5. Escreva de forma clara a razão pela qual a sua proposta resolve (ou não resolve) o problema estudado. Essa informação deve seguir a sentença colocada anteriormente sobre a proposta do trabalho. Por que você escolheu determinado tipo de método de pesquisa? Quais as métricas você utilizou no estudo? É importante salientar que as técnicas e protocolos seguidos pelo estudo não precisam ser detalhados nesse parágrafo. Isso será responsabilidade da próxima seção relacionada a materiais e métodos.

Quando a introdução deve ser escrita?

A introdução deve começar a ser escrita no início da execução do Trabalho de conclusão do Curso (TCC) e se estenderá até a sua conclusão do trabalho, quando a pesquisa for finalizada. Não tem como fazer a introdução logo no início pois você não terá as informações necessárias para completar tal tarefa.

Agora que você já sabe o que fazer para começar a escrever sua introdução, faça agora mesmo seu cadastro no site do FastFormat e deixe toda a formatação do texto e referência conosco. No FastFormat você só vai se preocupar com o conteúdo, deixando toda a formatação ser feita automaticamente pela plataforma.
Referências:
Livro: Metodologia de pesquisa para ciência da computação. Autor: Raul Sidnei Wazlawick
http://abacus.bates.edu/~ganderso/biology/resources/writing/HTWsections.html
::CLOUDFLARE_ERROR_500S_BOX::