ISSN, ISBN e DOI: O que significa cada uma delas?

ISSN, ISBN e DOI são as formas de identificar publicações em série, livros e objetos digitais, respectivamente.

International standard Serial Number (ISSN)

ISSN é um código internacional para identificar unicamente obras de publicações em série. Desde a fase de lançamento, passando pela circulação e encerramento da obra (revistas e livros, por exemplo). É utilizado em qualquer mídia de divulgação (online ou impresso) ou idioma.

O código ISSN é composto por oito dígitos distribuídos em dois grupos de quatro, ligados por hífen. Exemplo: 1018-4783

Para obter o código ISSN de uma obra, você deve solicitar através do site do IBICT . A maior parte das editoras ou bases digitais já oferecem o serviço quando você inicia o processo de publicação.

International Standard Book Number (ISBN)

Normatizado em 1972, o ISBN identifica numericamente os livros com base em seu título, autor, país e editora. O ISBN também pode individualizar aquela obra por edição, caso a mesma tenha mais de uma.

O sistema ISBN é controlado pela Agência Internacional do ISBN, presente em diferentes países. No Brasil, a é coordenado e supervisionado pela Biblioteca Nacional. Com o aumento do número de publicações, o ISBN sofreu em 2007 uma atualização, passou a ter 13 dígitos com a adoção do prefixo 978. Exemplo: 978-3-16-148410-0

Para fazer a solicitação do ISBN no Brasil, o autor/editor pode entrar no site da Agência Brasileira do ISBN e preencher um formulário de solicitação. Esses dados serão enviados para a Agência Internacional ISBN para compor o Registro Global de Editores.

Identificador de Objeto Digital (DOI)

Utilizado para identificar objetos digitais dos mais variados tipos, como por exemplo: literatura científica, profissional e ate mesmo informações governamentais.

Padronizado pelo International Organization for Standardization (ISO), é uma maneira segura de acessar informação a respeito de um objeto ou documento.

O DOI possui uma URL onde pode ser encontrada as principais informações a respeito de determinado objeto. Funciona da mesma forma que o ISBN e o ISSN, uma vez que todos tem como objetivo identificar unicamente objetos.

O DOI é composto por um prefixo que identifica o publicador do documento e um sufixo determinado pelo responsável pela publicação daquele documento.

DOIEnquanto que o prefixo é nomeado pela IDF (International DOI Foundation), o qual garante sua unicidade, o sufixo de livros e periódicos utiliza os respectivos identificadores como seu ISBN ou ISSN.

Vá agora mesmo até o Fastformat e comece a escrever seu documento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.