Tudo o que você precisa saber sobre texto dissertativo argumentativo

O texto dissertativo argumentativo é um dos gêneros textuais mais utilizados dentro de teses, dissertações, monografias e artigos científicos e acadêmicos de modo geral. Ele tem como objetivo apresentar uma ideia e persuadir o leitor a concordar com ela por meio de argumentações.

Para isso, são utilizados diferentes tipos de dados além da própria opinião do autor, como, por exemplo, citações de outras obras relacionadas ao tema (livros, teses, periódicos e etc). Além disso, independentemente do tipo de temática abordada, é essencial seguir uma estrutura textual padrão. Essa estrutura servirá como base tanto para a argumentação, como, também, para a leitura. Saber quais são os elementos que a compõem e qual a relevância de cada um é muito importante.

Para facilitar a construção do seu texto dissertativo argumentativo reunimos todas as informações necessárias para construí-lo.

Texto dissertativo argumentativo e outros gêneros textuais

Além do texto dissertativo argumentativo, existem outros gêneros textuais que podem ser utilizados de diferentes maneiras dentro de um artigo científico ou acadêmico. Cada um deles possui características específicas que os tornam ideais para diferentes tipos de situações. São eles:

  1. Exposição: Nesse gênero textual o leitor é informado sobre determinado assunto por meio de diferentes acontecimentos sobre o mesmo, que são expostos pelo autor.
  2. Narração: Geralmente, é mais utilizado em livros e contos. Nele, todo a temática ou história é narrada por um narrador, que apresenta todos os detalhes essenciais para o entendimento do leitor.
  3. Descrição: Utiliza os cinco sentidos para descrever determinados objetos, lugares e espaços. Pode ser utilizado em diferentes situações, incluindo em artigos científicos e acadêmicos.
  4. Texto dissertativo argumentativo: Apresenta uma ideia ao leitor que é defendida pelo autor por meio de diferentes estratégias de argumentação, como, por exemplo, citações.

Todos esses gêneros textuais podem ser utilizados em diferentes situações. No entanto, nesse artigo vamos nos concentrar no texto dissertativo argumentativo e em como construí-lo de maneira eficaz.

Como Fazer um Texto Dissertativo Argumentativo

O texto dissertativo argumentativo é essencial tanto para alunos que já estão na faculdade ou em uma pós-graduação, como, também, para estudantes que desejam ingressar em cursos do gênero. Afinal, ele é constantemente usado em vestibulares, provas e concursos.

Podemos definir esse gênero textual como uma maneira de dispor as informações e opiniões do autor de modo a cativar o leitor. Muitos teóricos, inclusive, definem ele como uma maneira de ortografar a opinião.

A grande diferença entre dissertação e argumentação é que a primeira diz respeito a construção de uma afirmação, já a segunda é o modo como o autor expõe isso para o leitor de modo a convencê-lo sobre aquilo. Ambas são táticas de validação que tem como principal objetivo validar a opinião do autor.

Para elaborar um texto dissertativo argumentativo é essencial que você siga uma estrutura padrão, independentemente da temática que será abordada. Isso irá garantir que o texto siga determinado fluxo, o que é essencial para o convencimento do leitor.

Introdução

Aqui o autor irá apresentar o assunto que será abordado dentro do seu texto, bem como o ponto de vista defendido, de forma clara e objetiva. Basicamente, é aqui que ocorre o delineamento da ideia.

Desenvolvimento

Nesse ponto, a tese inicial é explorada e defendida por meio de argumentos que devem ser expostos de maneira atrativa e que conduzam o leitor a concordar com a opinião exposta. Para isso, deve-se usar diferentes tipos de argumentos, como causa e consequência, comparação, etc.

Conclusão

Aqui, você deverá mais uma vez abordar a ideia ou opinião apresentada na Introdução, mas, já defendida pelos argumentos expostos no Desenvolvimento. A Conclusão tem como objetivo servir de arremate para tudo aquilo que você disse anteriormente.

Dados

A utilização de dados dentro do texto dissertativo argumentativo é essencial. Eles são ferramentas de argumentação extremamente eficazes que tem como objetivo validar as afirmações que o autor está fazendo ao longo da tese. Podemos dividi-los em:

Dados Estatísticos

Tem como objetivo demonstrar características que determinados grupos de pessoas tem em comum, por exemplo. Para isso, são utilizadas pesquisas em formato de questionários que podem ter vários questionamentos para conseguir amostrar a teoria inicial. Eles podem ser tanto finitos quanto infinitos, sendo constantemente utilizados dentro de um texto dissertativo argumentativo como provas de validação de determinadas opiniões.

Exemplo de utilização de dados dentro de um texto dissertativo argumentativo

Segundo o levantamento TIC Domicílios 2015, realizado pelo Comitê Gestor da Internet no Brasil (CGI.br), pelo Centro Regional de Estudos para o Desenvolvimento da Sociedade da Informação (Cetic.br), e pelo Núcleo de Informação e Coordenação do Ponto BR (NIC.br) mais da metade da população brasileira tem acesso a internet.

Conforme podemos verificar no exemplo acima, o dado estatísco serve como uma validação de tudo aquilo dito anteriormente, ou seja, uma prova das afirmações feitas pelo autor.

Dados Históricos

Os dados históricos são mais utilizados dentro da Introdução de um texto dissertativo argumentativo. Isso porque, eles têm como objetivo auxiliar na construção do tema, demonstrando como ele foi abordado e quais os estudos relacionados ao assunto anteriormente. Eles podem ser tanto acontecimentos históricos comprovados em livros, como também outros dados do gênero, como lendas, mitos, histórias, contos e demais informações passadas de geração em geração. Todos eles são usados com o mesmo objetivo: atrair a atenção do leitor para a ideia exposta.

Os dados históricos também são utilizados para facilitar a estruturação do texto dissertativo argumentativo. Isso porque, uma das principais queixas na hora de produzir um conteúdo do gênero é que ele é muito difícil de se começar. Por conta disso, vários especialistas recomendam a utilização dessas informações.

Contudo, é preciso tomar alguns cuidados básicos na hora de utilizar esses dados dentro de uma tese. Não basta apenas jogar informações no meio do texto, é preciso apresentá-las de forma concisa.

A primeira dica na hora de utilizar os dados históricos é a contextualização. Ela deve ser feita de modo que a informação se encaixe perfeitamente dentro do texto, mas não de maneira que se sobressaia a argumentação. Essa alusão histórica é essencial para dar andamento a construção de um texto dissertativo argumentativo.

Exemplo de utilização de dados históricos no texto dissertativo argumentativo

Quando surgiu durante a Guerra Fria, ninguém imaginava que a Rede Mundial de Computadores tomasse as proporções e importância atual. Criada, inicialmente, para fins militares, como forma de comunicação alternativa em caso de ataques de inimigos, ela evoluiu e se tornou uma ferramenta indispensável atualmente.

Foi somente nas décadas de 1970 e 1980, que ela começou a ser utilizada dentro do ambiente acadêmico por professores e alunos que usavam a rede mundial para trocar informações, e foi só na década de 1990 que ela realmente começou a chegar a população geral.

Hoje, podemos afirmar que a internet se tornou não só uma ferramenta essencial de comunicação, como, também, um canal de entretenimento e vida social indispensável para boa parte da população mundial.

Conforme visto no exemplo acima, os dados históricos serviram como ponte para que a afirmação de que a internet é indispensável atualmente fosse validada, bem como os dados estatísticos.

Questionamentos

Os questionamentos também são bastante utilizados dentro do texto dissertativo argumentativo. Basicamente, eles têm como principal objetivo abordar determinados pontos que podem não ter sido pensados pelo leitor ou mesmo pelo autor da tese. Isso é feito por meio de perguntas que sejam a favor ou contra a ideia que está sendo apresentada. Essas perguntas ressaltam ainda mais os argumentos utilizados dentro do texto.

Contudo, assim como os dados históricos, esses questionamentos não devem ser apenas “jogados” dentro do texto dissertativo argumentativo; ele devem ter um contexto os envolvendo.

Exemplo do uso de questionamentos dentro de um texto dissertativo argumentativo

Pode-se dizer que, atualmente, a internet se tornou uma ferramenta de comunicação indispensável para boa parte da população brasileira. Apesar dela não ser acessível para 100% da população, mais da metade, cerca de 58% já tem acesso a esse recurso.

Mas como os outros 42% vivem sem esse recurso? Basicamente, mesmo não tendo acesso direto a ele, os indivíduos dependem de recursos que fazem utilização da rede mundial, como é o caso, por exemplo, do alistamento militar que passou a ser online.

Com o exemplo acima, fica mais claro como o questionamento pode auxiliar na afirmação de um determinado ponto de vista dentro de um texto dissertativo argumentativo.

Por Citação

A citação também tem um papel fundamental dentro do texto dissertativo argumentativo. Ela é extremamente utilizada dentro de artigos científicos e acadêmicos e tem como objetivo servir de referencial teórico para o leitor.

De forma geral, para uma tese ser validada ela precisa, essencialmente, provar aquilo que está sendo afirmado. Isso só é possível por meio da utilização de fontes confiáveis, sejam elas livros, monografias, dissertações, etc.

Exemplo de citação no texto dissertativo argumentativo

Segundo Silva (2017) a evolução da internet se deu não só pelo avanço tecnológico de modo geral, mas, também, pela demanda cada vez maior da população de modo geral.

As citações podem ser feitas tanto de forma indireta, como é o caso do exemplo acima, como direta, que é quando o autor apresenta as ideias do teórico de forma literal, com um bloco de texto a parte.

Tipos de argumento

Para conseguir comprovar as ideias e opiniões ditas em um texto dissertativo argumentativo, é essencial a utilização de argumentos. Eles servirão como tática para convencer o leitor de que as ideias apresentadas dentro do texto são válidas. Veja abaixo quais são eles:

  1. Causa e Consequência: Esse tipo de argumento se baseia na apresentação das motivações ou porquês de determinado assunto elencado no texto e os devidos efeitos gerados por ele.
    Exemplo: Podemos afirmar que a nova geração, que já nasceu na Era Digital, é mais dependente da tecnologia do que as anteriores. Isso porque, o acesso ficou muito mais fácil graças a popularização de dispositivos como computadores e smartphones.
  2. Exemplificação ou Ilustração: Pode ser um relato real ou fictício que tem como principal objetivo exemplificar as afirmações feitas dentro de um texto dissertativo argumentativo. Ele auxilia no esclarecimento do leitor perante os dados apresentados dentro da tese.
    Exemplo: A internet tem sido cada vez mais importante nas vidas das pessoas. Com a popularização do acesso a rede, percebemos que cada vez mais cedo as pessoas têm utilizado esse recurso. Hoje, é extremamente comum, por exemplo, vermos crianças utilizando a ferramenta dentro dos ambientes doméstico e escolar.
  3. Provas Concretas ou Princípio: Esses argumentos funcionam de forma parecida com os dados estatísticos. Isso porque eles se baseiam em afirmações concretas que tem como principal objetivo validar as opiniões e ideias defendidas pelo autor dentro do texto dissertativo argumentativo.
    Exemplo: Hoje, a internet se tornou um componente essencial nas casas de boa parte dos brasileiros. Atualmente, cerca de 34,1 milhões de domicílios no Brasil possuem acesso à rede mundial, sendo ela utilizada, principalmente, para o entretenimento de modo geral.

Esses são os principais tipos de argumentos utilizados dentro de um texto dissertativo argumentativo. Tenha sempre em mente que eles podem ser utilizados de forma conjunta e sempre inseridos dentro de um contexto para facilitar o entendimento do leitor.

Conclusão

Saber como estruturar um texto dissertativo argumentativo é essencial para qualquer estudante, seja ele de ensino médio ou superior. Haja vista que esse gênero textual é a melhor forma de convencimento na hora de expor uma ideia. Não é à toa que ele é bastante utilizado dentro de vestibulares, concursos e provas como o ENEM e o ENADE.
Mais do que uma forma de expressar uma ideia, o texto dissertativo argumentativo é uma tática eficaz de convencimento, sendo utilizada por autores acadêmicos e científicos de diferentes áreas. Por conta disso, ele está presente dentro da maioria dos artigos do gênero, tais como: monografias, TCCs, dissertações e teses.

Conheça agora mesmo o Fastformat:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.