Citações e Referências ABNT: cf, apud, et al., et seq., idem ou id., ibid, op. cit., passim, loc. cit.

Durante a leitura de um artigo científico, ou algum texto acadêmico, é comum nos depararmos com algumas abreviações nas citações, notas de rodapé e nas referências bibliográficas. O que você faz? pula para a palavra seguinte sem procurar saber qual o real significado daquelas abreviações. Esse post tem como objetivo acabar com esse problema. Nele descreveremos cada uma delas mostrando seus significados e mostrando exemplos de como utiliza-las:

Lembramos que tudo isso pode ser feito de forma automática no Fastformat, basta seguir os passos definidos nos vídeos: Inserindo citação com apud e Inserindo citação com página e capítulo.

  • apud(do latim junto a; em; perto de) citado por, conforme, segundo – pode, também, ser usada no texto e em nota de rodapé. De forma geral, recomendamos a não utilização do apud no seu texto. Você só deve utilizá-lo para citar obra difícil de ser encontrada ou artigos raros.
    • Exemplos:
      • Segundo Silva (1983 apud ABREU, 1999, p. 3) diz ser […]
      • “[…] o viés organicista da burocracia estatal e o antiliberalismo da cultura política de 1937, preservado de modo encapuçado na Carta de 1946.” (VIANNA, 1986, p. 172 apud SEGATTO, 1995, p. 214-215).
  • et al. – deve ser lido como “e outros”, sendo uma abreviação do latim et alii ou et alia. Usado quando uma obra tem muitos autores, com o objetivo de não comprometer a legibilidade do texto, podendo ser utilizada tanto na citação ao longo do texto quando no texto da referência.
    • Exemplos:
      • SCHMIDT, D. C. et al. Pattern-Oriented Software Architecture: patterns for concurrent and networked objects. 2nd.ed. New York, NY, USA: John Wiley & Sons, Inc., 2000.
      • De acordo com (SIEGMUND et al., 2008), ….
  • cf. – (confira, confronte, compare) – usada como abreviatura para recomendar consultas a um determinado documento, trabalho ou alguma nota.
    • Exemplos:
      • Cf. Barbosa, 2002, p.54-78  
      • Cf. nota deste capítulo
  • et seq. ou sequentia – (seguinte ou que se segue) – utilizada em informação seguinte ou que se segue. Geralmente utilizada quando não se quer citar todas as páginas de uma determinada obra que foi referenciada no texto.
    • Exemplos:
      • Barbosa, 2002, p.45 et seq.
      • Albuquerque, 2005, p.23 et seq.
  • idem ou id. – (do mesmo autor) – quando citamos diferentes obras de um mesmo autor podemos usar essa expressão para substituir o seu nome.
    • Exemplos:
      • Barbosa, 2000., Id. 2004., Id 2012.
  • ibidem ou ibid. –  (na mesma obra) – quando citamos a mesma obra várias vezes e a única diferença é o número das páginas.
    • Exemplos:
      • Batista, F. R. Ferramentas de apoio a programação. Rio de janeiro: Atlas, 2003. Ibid., p.34, Ibid., p.78
  • op. cit. – (opere citado, obra citada) – utilizada quando uma obra é citada anteriormente, na mesma página, quando houver intercalação de outras obras.
    • Exemplos:
      • Barbosa, 1998, p.19 ; Batista , 2000, p.213. ; Barbosa, op.cit., p.40-43; Batista, op.cit., p.376
  • passim – (Aqui e ali, em diversas páginas) – utilizada quando as informações foram retiradas de diversas páginas de um determinado documento.
    • Exemplo:
      • Barbosa, 1999, passim. 2 Batista; João, 2000, passim.
  • loc. cit. – (no lugar citado) – usado para citar a mesma página de uma obra já citada anteriormente, mas com intercalação de notas.
    • Exemplo:
      • Barbosa, 1999, p.19.  Batista. João, 2000, p. 2-3. 3 Barbosa, 1999, loc.cit. 4 Batista.João, 2000, loc. cit.

Tudo isso pode ser feito de forma automática no Fastformat, basta seguir os passos definidos nos vídeos: Inserindo citação com apud e Inserindo citação com página e capítulo.

Conheça o Fastformat:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.